Cirurgia de catarata com facoemulsificação

O tratamento disponível e reconhecido cientificamente para a Catarata é, sem dúvida, a intervenção cirúrgica para a remoção do cristalino opaco. O cristalino é uma lente natural, que pode ser retirado por facoemulsificação (um aparelho que usa ultrassom para triturar e aspirar o cristalino), que tem a vantagem de exigir corte menor e ausência de suturas. Em seguida, uma lente artificial é implantada, substituindo o cristalino e eliminando o problema, evitando que o paciente seja obrigado a utilizar óculos de alto grau.

O objetivo da cirurgia – simples, rápida e feita sob anestesia local – é substituir o cristalino danificado por uma lente artificial que recuperará a função perdida. Poucos dias após a operação, não havendo nenhuma outra doença ocular associada, o paciente recupera sua acuidade e retoma suas atividades normais, como ler, trabalhar, costurar, ver TV e outros.

De acordo com a Sociedade Americana de Catarata e Cirurgia Refrativa (EUA), 98% dos pacientes apresentam melhora da visão após a cirurgia. Uma visão melhor do que os pacientes tinham, antes de desenvolverem a catarata.

Uma vez removida, a catarata não voltará.